Sites Grátis no Comunidades.net
Translate this Page
votação
Qual Desses Animais Mais Gosta
Cachorro
Gato
Papagaio
Tartaruga
Peixe
Piriquito
Cagado
Cobra
Ver Resultados

Rating: 3.0/5 (3508 votos)




ONLINE
1





Partilhe este Site...


Roedores
Roedores

Os roedores sinantrópicos (que convivem no mesmo ambiente do homem) são divididos em duas categorias: roedores silvestres e roedores urbanos.

Presentes em todos os continentes, à exceção da Antártica, os roedores constituem a mais numerosa ordem de mamíferos. São mais de 2000 espécies, o que corresponde a cerca de 40% das espécies da classe dos mamíferos. A maior parte é de pequenas proporções, o camundongo-pigmeu Africano tem 6 cm de comprimento e pesa 7 g. Por outro lado, o maior deles, a capivara, pode pesar até 45 kg.

Os roedores distinguem-se dos outros animais pelos seus dentes. Eles possuem um par de dentes incisivos no maxilar superior e um par dos mesmos no inferior, separados dos dentes molares por um longo espaço sem dentes (diastema). Esses animais possuem os sentidos muito apurados, principalmente tato (através dos pêlos), audição, olfato e paladar. A visão, porém, é limitada.

Entretanto, são bastante sensíveis às variações de intensidade luminosa, o que confere aos mesmos capacidade imediata de perceber movimentos.

Conheça algumas espécies de

Capivara

 roedores:

Capivara

 

A capivara é o maior roedor do mundo. Esta espécie pode ser encontrada por toda a América do Sul, com especial incidência no Sul do Brasil e Argentina.
É uma excelente nadadora, tendo inclusive pés com pequenas membranas. Ela se reproduz na água e a usa como defesa, escondendo-se de seus predadores. Ela pode permanecer submersa por alguns minutos. A capivara também é conhecida por dormir submersa com apenas o focinho fora d'água.
Essa espécie de roedor vive em grupos familiares. Num grupo, existe um macho dominante, várias fêmeas adultas, e vários jovens. Estes grupos podem ter até 18 animais vivendo em comunidade.
As capivaras adultas podem atingir os 100 Kg.

Chinchila

Chinchila

 

Criar chinchila não é uma atividade difícil e requer dedicação, paciência e sobretudo amor pela chinchila. Este simpático bichinho é um animal muito dócil, se alimenta pouco e não incomoda com ruídos ou com cheiros desagradáveis.
É um animal tranquilo e tímido por natureza, portanto, o ambiente para criar a chinchila deve ser longe de ruídos. Um animal de hábitos noturnos que, sem requerer muitos cuidados, deve descansar durante o dia e à noite estar ativo.
As Chinchilas são sensíveis ao calor. Dessa maneira, sempre que a temperatura ambiente subir acima dos 26º, é necessário encontrar um local mais fresco onde colocar o animal.
Como todos os roedores, necessita de um tronco de madeira bem rija e resistente, onde possa afiar os dentes, que pode ser adquirido em lojas especializadas em animais.
Existem várias tonalidades de pelo, a mais corrente é a cinzenta. As Chinchilas podem atingir os 30 cm, pesar 750 g e viver até 18 anos.

Coelho

Coelho

 

Bonito, peludo, com longas orelhas e um temperamento calmo, o Coelho encanta a qualquer um. Além disso, o seu preço acessível e baixo custo de manutenção, o tornam ainda mais atrativo. O ambiente onde o animalzinho será criado não precisa ser espaçoso, e pode ser criado inclusive em apartamentos.
O pelo varia conforme a raça, que chegam a 40 tipos. Podem ser liso e curto, bem peludo com pêlos mais longos e até com o pêlo maio enrolado.
A sua alimentação deve ser ração peletizada, específica para coelhos. Todos os dias o coelho deve comer folhas de beterraba, rabanete, chicória, almeirão e couve-flor. Já a cenoura deve ser dada em dias alternados, para que o Coelho não ganhe peso em excesso.
O coelho deve ser mantido em gaiola específica, sempre com o local fresco e protegido de correntes de ar. A cada quinze dias a instalação e os utensílios devem ser desinfetados.

Esquilo

Esquilo

 

Os esquilos constroem o ninho o mais alto possível, num oco de árvore ou no vão de uma forquilha de galhos. Em geral o esquilo faz mais de um ninho e cada um deles parece ter uma função diferente: para repousar no inverno e para a fêmea dar a luz e criar os filhotes. Perfeitos equilibristas, os esquilos movem-se com rapidez mesmo nos galhos mais finos das árvores.
Quando no solo, saltam e correm velozmente, deixando a neve as marcas de sua passagem.Seu pior inimigo é a marta, quase tão ágil quanto ele. Para escapar, o esquilo é capaz de pular de grandes alturas, usando a cauda como uma espécie de pára-quedas.
Os filhotes de esquilo nascem cegos e sem pêlos; depois de oito dias, porém, já têm o corpo recoberto de pêlos, e no nono dia abrem os olhos. Com 3 meses e meio dão os primeiros passeios pelos ramos das árvores.

Furão

Furão

 

É um animal pequeno com cerca de 40 cm, excluída a cauda, e 1 quilo aproximadamente, muito ágil, curioso e dócil. Fêmeas e machos dão excelentes animais de estimação. Elas são um pouco menores, com a cara mais fina e nariz delicado e pontudo. Eles, ligeiramente maiores com a cara mais larga e focinho arredondado.
Calmos, sensíveis e inteligentes, aprendem rápido e são facilmente ensinados a fazer coisas como rolar, sentar e a vir quando chamados pelo nome. Apegam-se fácil ao ser humano e ficam mais mansos se manipulados desde jovens, embora adultos, com disposição amigável, também se afeiçoem à gente. São excelentes nadadores e apreciam nadar na banheira, quando acostumados, e a tomar banho se preciso.
Seu metabolismo é muito alto, o coração bate 3 vezes por segundo e a digestão é feita em pouco tempo, sendo bom deixar sempre comida seca à disposição. Costumam esconder alimentos para tê-los como suprimento. Conseqüentemente, se soltos dentro de casa, você encontrará pedacinhos de comida debaixo da mobília etc. Curiosos e muito flexíveis, passam pela menor brecha. Adoram se divertir com brinquedinhos (use só os de látex) e se dão bem com outros animais.

Hamster

Hamster

 

Brincalhão, o pequenino Hamster possui o olhar meigo e pelo macio. Sua criação pode ser bastante simples e as lojas especializadas em animais de estimação possuem acomodações boas e com preço acessível.
Uma das vantagens de criar um Hamster é o fato dele nascer praticamente domesticado e necessitar de pouco treino para se tornar amigável.
Aproveita qualquer oportunidade para fazer exercício. Mais que uma brincadeira, é questão de saúde. Rodas, escorregadores, tubos transparentes, tudo o atrai. Em geral, os hamsters não gostam que mexam em suas coisas e de serem incomodados. A regra mais importante para a criação desse pequeno roedor é manter apenas um animal por gaiola para que não haja conflito.

Porco Espinho

Porco Espinho

 

O espinho (que é chamado acúleo) do porco-espinho apresenta, alternadamente, listras claras e escuras e pode atingir 30 centímetros de comprimento e 6 milímetros de diâmetro. Os espinhos causam feridas profundas e dolorosas em qualquer animal que tenta atacar o porco-espinho.
Os espinhos são uma excelente arma de defesa do porco-espinho. Quando provocado, ele sacode os espinhos para assustar o inimigo. Já se registrou, várias vezes, a presença de espinhos na pele dos grandes mamíferos como leões e leopardos. Trata-se, em geral, de espinhos na região da cauda, que, muito agudos, penetram mais facilmente no agressor.
Ninhada de 1 a 4 (usualmente 1 ou 2) filhotes, cada um pesando de 100 a 300g, nascidos geralmente no verão; eles são bem desenvolvidos ao nascer e movem-se após poucas horas. O seu comprimento total é de 75 a 100cm; 10 a 15cm de 

Porquinho da Índia

rabo; 10 a 24Kg de peso.

Porquinho da Índia

 

Curioso, tímido e excelente companheiro, este roedor é sociável e não exige muito cuidados. Em relação a outros roedores, o Porquinho-da-Índia leva vantagem por ser mais lento e, portanto mais fácil de ser encontrado e apanhado. Embora aprecie uma sonequinha, o porquinho sempre estará disposto a um passeio ou brincadeira.
É conhecido por vários nomes, por exemplo, Cobaia, Coelhinho-da-Índia, Cuí, Porco-da-Guiné e Preá. Se acostumado desde pequeno, ele se adapta a rotina dos humanos aceitando bem o cativeiro. Só fica agressivo, dando mordidas, se sentir ameaçado.
O Porquinho-da-Índia se alimenta com comida de coelho em pelotas (peletizada), feno, ou capim, legumes (exceto o alface, que pode causar diarréia) e frutas frescas. Brócolis e couve-flor são legumes maravilhosos por causa da alta quantidade de vitamina C.
O macho chega a pesar entre 1 kg e 1,2 kg e a medir 25 cm quando adulto. Já as fêmeas são mais leves, com aproximadamente 20 cm de comprimento e entre 800 e 900 g de peso. O Porquinho-da-Índia vive, em média, quatro anos.